Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Bolas de Berlim... sem creme

Um blogue que não é de culinária (apesar de ter algumas receitas)

Bolas de Berlim... sem creme

Um blogue que não é de culinária (apesar de ter algumas receitas)

Coisas que não fazem sentido

Estou a ler um livro que menciona um senhor alemão, Franz Konz, um guru da alimentação pré-histórica (não confundir com Paleo). Segundo Konz, um tipo de alimentação baseado em frutos, sementes, flores e ervas encontradas à beira da estrada, sem alimentos cozinhados nem processados, acompanhado de um desporto pré-histórico (seja lá isso o que for) e a renúncia total a cosméticos, sintéticos e medicina tradicional, é o único modo de vida que nos livrará das doenças e nos conferirá uma longevidade superior à média. Konz escreveu um livro, "Der grosse Gesundheits-Konz", ou o grande manual da saúde segundo Konz, a sua bíblia que conta com 9 edições (!), onde inclui fotografias horrendas ilustrativas de todas as maleitas que nos podem acometer se não seguirmos este tipo de alimentação. Faz acompanhar os seus ensinamentos com fotografias de jovens mulheres nuas a fazer desporto pré-histórico (seja lá isso o que for) que, de acordo com o livro da Greta Taubert, eram as suas esposas asiáticas que ele trazia do Oriente.

Isto só por si já tem piada, assim como este vídeo de morrer a rir (tem mais piada se perceberem alemão). Mas a parte melhor é que, depois de passar uma vida inteira a defender um tipo de alimentação anti-cancro, Franz Konz morreu, curiosamente, de cancro. De acordo com quem o conhecia de perto, parece que Franz Konz era, afinal, um homem de vícios e paladar requintado. Durante o dia podia alimentar-se de ervas daninhas, mas à noite empanturrava-se com conservas e comida processada, para depois as vomitar em tremendos acessos de culpa.

Achei esta história muito interessante. Há muita gente assim, que não se rege pelos princípios que advoga. Uma espécie flagrante de "faz o que eu digo, não faças o que eu faço". Como as nutricionistas gordas ou os pneumologistas que fumam. Também me faz lembrar eu, que decidi, durante o mês de Outubro, refrear os meus hábitos de consumo e não fazer compras desnecessárias, mas fui ao chinês comprar os fatos de Halloween para a festa na escola, porque não tenho tempo nem jeito para os fazer eu. Para me redimir, decidi costurar a bolsinha de bruxa que acompanhará o vestido Made in China. Mas isto faz tanto sentido como o senhor Konz ter morrido precisamente da doença que ele dizia poder combater com a sua alimentação, e esta será a única coisa que temos em comum.

2 comentários

Comentar post