Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Bolas de Berlim... sem creme

Um blogue que não é de culinária (apesar de ter algumas receitas)

Bolas de Berlim... sem creme

Um blogue que não é de culinária (apesar de ter algumas receitas)

Fazer leite vegetal caseiro

Leite de aveia.JPG

 

No outro dia tivemos uns amigos cá em casa para o nosso "brunch de bom ano". Cozinhámos umas coisas de pequeno-almoço, almoço e até jantar, porque os bons amigos nunca têm pressa de ir embora, nem nós queremos que eles vão...

Entre as iguarias para o pequeno-almoço feitas por nós estavam granola e bebida de aveia caseiras. As pessoas arregalam sempre os olhos quando eu digo que cá em casa fazemos a nossa própria granola e os nossos próprios leites, mas a verdade é que fazer granola ou bebida de aveia (ou outra bebida vegetal) não é aquele bicho de sete cabeças que toda a gente pensa que é. Eu própria achava que era demasiado complicado, que envolvia demasiados utensílios esquisitos e conhecimentos profundos de cozinha que eu não tenho, mas estava enganada.

Fazer leite de aveia é a coisa mais fácil do mundo. À exceção do leite de arroz, que parece que tem de ir a cozer (ainda não experimentei), é só deixar o cereal ou os frutos secos a demolhar em água de um dia para o outro, triturar e coar.

É claro que, ainda assim, isto dá mais trabalho do que ir ao supermercado e comprar um pacote. Mas para quem, como nós, não bebe leite de vaca, o consumo de bebidas vegetais fica caro, rondando mais de 2€ por pacote, dependendo se for biológico ou não. Não costumamos comprar leite de soja, pela elevada probabilidade de ser transgénico, nem as marcas mais baratas à venda nas grandes superfícies pelo alto teor de açúcar que costumam ter. Preferimos leite de arroz, porque é o que tem menos açúcar, e marcas biológicas, pelas razões óbvias da não utilização de químicos, mas tentamos ir variando entre leite de arroz, aveia, avelã e espelta. Mas isto sai caro, como já disse. E foi esta a principal razão que nos levou a experimentar fazer leite de aveia em casa. E, desde então, não voltámos a comprar mais leite de pacote!

 

Vantagens em fazer bebidas vegetais em casa:

- Fica mais barato. Por exemplo, no Continente um pacote de 400 gr. de flocos de aveia custa 2,59€ e, de acordo com a minha experiência, dá para fazer 4 litros de leite. Se tivermos em conta que 1 litro de bebida de aveia da ALPRO, que é uma marca boa, custa 2,59€, estamos a poupar 7,77€!

- É mais saudável, porque somos nós que controlamos a quantidade de açúcar que adicionamos.

Convenhamos, leite de aveia não açucarado sabe a papel. E um alimento saudável não tem de ser sensaborão! Podemos adoçar a bebida de forma mais ou menos saudável, usando mel, geleia de arroz, xarope de açer, agave, stevia ou tâmaras. As minhas preferidas são as tâmaras, que são um adoçante natural bastante saudável. Uma embalagem de tâmaras secas descaroçadas (as recomendadas são as Medjool) anda à volta dos 2€ e dá para 4 litros de leite.

- Torna-nos mais independentes da sociedade de consumo que nos diz o que devemos fazer (mas isto é a minha veia Fuck Society e não vos quero dar sermões, pensem nisso, é só isso).

 

Material necessário

Um àparte: confesso que nunca sei como lhe chamar: leite ou bebida vegetal. Se não é correcto chamar-lhe leite, porque o leite vem de um animal, também me soa estranho chamar-lhe bebida, porque o uso em substituição do leite e tem um aspecto muito similar. Por isso, neste post optei por ir alternando a designação: leite ou bebida vegetal.

 

E do que precisam para fazer leite vegetal em casa?

Para além das coisas óbvias como os cereais/frutos secos, água, um recipiente para os demolhar e uma liquidificadora/robot de cozinha ou varinha mágica, convém arranjarem um pano de musselina ou um pano para coar queijo. Nós usamos um destes que mandámos vir (nem foi com este propósito), mas acredito que qualquer musselina sirva. Há outros panos bons à venda na eBay, como este. Como veem, não é caro.

 

Como fazer

É muito fácil. Depois de várias tentativas, cheguei à receita ideal do nosso leite de aveia:

 

100 gr de flocos de aveia para 1 litro de água

5 tâmaras 

 

Colocar tudo num recipiente e deixar de molho no frio durante a noite (ou, no mínimo, seis horas).

Depois passar/triturar bem e coar com o tal pano de musselina ou de queijo. Aqui têm de ter alguma paciência e ir espremendo o pano com as mãos até ficarem com uma pasta seca dentro do pano. O líquido que resultou é o vosso leite! 

 

Como já usámos tâmaras, não precisam de adoçar mais, mas nesta fase podem ainda acrescentar um adoçante a gosto. Para nós, esta proporção de aveia/água/tâmaras é perfeita. As miúdas também gostam e, como o bebem com os cereais, acho que nem sentem a diferença!

 

Dica: não precisam de deitar a pasta de aveia coada fora. Podem usá-la nas papas de aveia, desidratar para fazer farinha de aveia ou inventar um exfoliante natural de aveia juntando óleo de amêndoas doces, por exemplo. A pele fica super macia, acreditem em mim!

 

No outro dia, fiz leite de amêndoa, com amêndoas sem pele, mas não gostámos muito. O processo é o mesmo, mas desconfio que as amêndoas não eram da melhor qualidade e o leite ficou com um certo sabor a ranço. Vou continuar a fazer experiências, sabendo que tenho aquela receita-base do leite de aveia que resulta sempre!

 

Conservação do leite

Lá por não ser leite de vaca, não quer dizer que se estrague menos. Pelo contrário, devem ter os mesmos cuidados do que têm com o leite de vaca: guardar no frio e consumir no espaço de 4 dias. De qualquer foram, notam logo se o leite estiver estragado, também já testámos, ainda que sem querer...

 

Se não acreditam em mim, vejam o que o Jamie Oliver tem a dizer. A versão que está no último livro dele Receitas Saudáveis é muito parecida com a minha ;)

 

Agora fica a faltar a receita da granola!

15 comentários

Comentar post