Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Bolas de Berlim... sem creme

Um blogue que não é de culinária (apesar de ter algumas receitas)

Bolas de Berlim... sem creme

Um blogue que não é de culinária (apesar de ter algumas receitas)

Lisboa marsupial

Fui fazer coisas para a Baixa de Lisboa e cheguei a várias conclusões:

1. Os senhores que projectaram o parque de estacionamento subterrâneo da Praça da Figueira esqueceram-se que para os utentes que andam de carrinho de bebé não serve de muito haver elevador até ao -1 se para subir à superfície têm de ir pela rampa dos carros. Para subir o senhor dos bilhetes ajuda, para descer é um bocado à sorte.

2. A maior parte das lojas não tem espaço para passar um carrinho de bebé, pelo que, a juntar ao ponto 1, é uma grande burrice levar o carrinho para a Baixa.

3. Trocado o carrinho pelo marsúpio, virada para o mundo, a bebé é acarinhada por tudo quando é gente que gosta de bebés, mas não pede licença nem tem grande noção do estado de impureza das suas mãos. Às tantas a mãe aborrece-se e pára de sorrir.

4. Os turistas não conhecem o conceito de dar prioridade a bebés, salvo aquela senhora espanhol que gritou "Cuidado"!

5. As Padarias Portuguesas já são mais que as mães, mas continuo a preferir a bela da bica na tasca da esquina.

6. No Camões há toda a espécie de malucos, artistas e malta que gosta de dar nas vistas mas não é nem maluca nem artista, só parva.

7. Às vezes é cansativo andar com um bebé às costas, mas porra que esteve um dia mesmo fixe.