Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Bolas de Berlim... sem creme

Um blogue que não é de culinária (apesar de ter algumas receitas)

Bolas de Berlim... sem creme

Um blogue que não é de culinária (apesar de ter algumas receitas)

Luther



Ele é inteligente, astuto, audaz. Ele é impulsivo, apaixonado, colérico. Ele continua perdidamente apaixonado pela ex-mulher, mas tem um sério problema de gestão da raiva. Ele é detective da polícia de Londres e fala naquele sotaque que faz arrepiar os pelos dos braços. Ele consegue (quase sempre) deslindar os casos mais escabrosos de uma forma muito pouco ortodoxa, à medida que a sua vida pessoal se vai desmoronando (e é isto que faz um bom policial). Ele faz-se acompanhar da melhor banda sonora que já ouvi numa série: abre com Massive Attack e termina com Suede, Muse, Beck, ou Nina Simone. No quinto episódio aparece Sia com a sua "Breathe Me" num daqueles fins de episódio que nos dão volta ao estômago. Ele é Luther. John Luther. E gosto destas séries que só começo a ver já a coisa vai na terceira temporada. Imagine-se, ainda só vou a meio da primeira e ainda tenho tanto para ver. Tão bom.