Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Bolas de Berlim... sem creme

Um blogue que não é de culinária (apesar de ter algumas receitas)

Bolas de Berlim... sem creme

Um blogue que não é de culinária (apesar de ter algumas receitas)

Todos os nomes - agora, por fim, o único e derradeiro!

Imagem retirada daqui
Foi um parto difícil este, o do nome da mais nova.
Eu queria Alice desde o início, ele desde o início que se fez esquisito.
Falámos noutros nomes. Eu não gostava de uns, comecei-me a habituar a outros, ele não se decidia. 
Os meses foram passando e houve aquele dia em que eu me chateei a sério. No restaurante, quando ele anuncia que afinal já não queria Rita, o nome pelo qual eu já estava disposta a renunciar a Alice, e já me via a chamar a petiz da janela da varanda "Ó Riiiiiiiita, vamos comer!", estive quase a espetar-lhe com o garfo no olho direito. Juro. Foi assim por pouco. 
E foi então que o encostei à parede e lhe disse que não aguentava mais, que já com 8 meses precisava urgentemente de aprofundar a relação com a criatura, de lhe dar um nome, de imaginá-la com esse nome, fosse qual fosse, eu já estava por tudo, e voltei a fazer a lista com os meus nomes preferidos. 
Calhou ser no Porto, no último fim-de-semana romântico a dois que tínhamos planeado em Maio, calhou ser no restaurante da Dona Nanda onde o Miguel Esteves Cardoso foi com a sua amada Maria João que, entre o arroz de feijão e a salada de pêssego (que o MEC gabou como se se tratasse da melhor iguaria do mundo - é boa, mas não exageremos...), ele me disse, com a mesma cara com que me pediu para ir morar com ele e, calculo, com a mesma cara com que me pediria em casamento, se estivéssemos para aí virados, qual era o nome pelo qual já se tinha decidido há muito tempo, mas que achou que era giro fazer-me sofrer.
Podia ter-lhe, agora sim, espetado o garfo no olho direito por me ter feito esperar oito meses para me dizer que, não senhora, o raio da música não interessa para nada e, sim senhora, Alice é um nome giro para caraças, mas contive-me, dei-lhe muitos beijinhos, segurei as lágrimas* de emoção e ataquei a salada de pêssegos trauteando os nomes em silêncio, Inês e Alice, Inês e Alice, e concluindo que é, sem dúvida, uma combinação do catano!


* o raio das hormonas...