Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Bolas de Berlim... sem creme

Um blogue que não é de culinária (apesar de ter algumas receitas)

Bolas de Berlim... sem creme

Um blogue que não é de culinária (apesar de ter algumas receitas)

Manta de retalhos - A Composição

Na primeira aula do workshop Manta de Retalhos aprendemos tudo sobre conjugação de cores, tecidos e padrões e começámos a cortar os quadrados (9 x 9 cm). A Rosa aconselhou-me a execução de uma manta de quadrados, que é por onde se deve começar, apesar de eu já ter executado algumas mantas simples com quadrados e ter expressado desejo de ir por outros caminhos. Mas há tantas conjugações que se podem fazer com quadrados, como ela nos mostrou, que acabei por ficar rendida. A escolha dos tecidos foi a parte mais difícil e eu, eterna insatisfeita, não estou completamente convencida com a minha, mas não queria estar a comprar tecidos novos, por isso tive de me cingir aos meus, que são muito garridos e com padrões muito cheios, o que dificulta a conjugação entre tecidos diferentes.

O trabalho de casa consistiu em cortar todos os quadrados de que vamos precisar para uma manta pequena e ensaiar três ou quatro conjugações possíveis. O truque para fazer isso foi surpreendente: pendurar uma flanela na parede (usei um lençol da Alice) e "colar" os tecidos à flanela. O algodão cola-se simplesmente à flanela, sem ser preciso recorrer a alfinetes ou fita cola.

É claro que, cá em casa, a flanela fez sucesso e acabei por ter de deixar outras artistas conjugar os tecidos à sua vontade.


A primeira conjugação agrada-me e apetecia-me ficar por aqui para não me baralhar, mas vou ser boa aluna e fazer mais uma ou duas conjugações para apresentar na próxima aula.


Como sou pouco inventiva, vou basear-me nas mantas que já foram feitas neste workshop. Fico tonta só de pensar em escolher uma...






Fotografias tiradas da net, tudo da Rosa Pomar.