Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Bolas de Berlim... sem creme

Um blogue que não é de culinária (apesar de ter algumas receitas)

Bolas de Berlim... sem creme

Um blogue que não é de culinária (apesar de ter algumas receitas)

Pós-Natal

O mal, ou bem, de ser de Germanística é que Natal sim, Natal não nos oferecerem livros de autores alemães, clássicos ou Nobel, os quais raramente quero ler mas que fazem um vistaço na prateleira. Eu, que não gosto de ter coisas só por ter e esta altura do Natal me dá para fazer arrumações (sai velho, entra novo), prometo sempre a mim própria que este ano vou ler todos aqueles clássicos que vou coleccionando por força das circunstâncias. Foi assim que ontem peguei no Günter Grass de 451 páginas e, logo na segunda página, dei com a minha filosofia de vida, tão adequada a esta época consumista natalícia:

 

"Dar prendas está a tornar-se cada vez mais difícil. Onde há ainda lugar vago? Oh, esta dor de já não sabermos o que desejar! Foi tudo satisfeito. O que nos falta, dizemos, é a necessidade, como se quiséssemos fazer dela um desejo. E continuamos a dar presentes inexoravelmente." (in A Ratazana, Günter Grass)

 

E assim se passou mais um Natal.