Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Bolas de Berlim... sem creme

Um blogue que não é de culinária (apesar de ter algumas receitas)

Bolas de Berlim... sem creme

Um blogue que não é de culinária (apesar de ter algumas receitas)

A manta de retalhos que já não é

É ponto assente: esta manta de retalhos não me está a correr bem. O meu carácter impulsivo e pouco paciente levou-me a começar a coser os quadrados sem qualquer ordem ou sistematização e só quando já tinha 3 filas cosidas é que percebi duas coisas:

1) os quadrados maiores, que supostamente formam o motivo da manta (aquele do gato), não coincidem com o tamanho dos quadrados menores, o que me obrigou a cortar aleatoriamente tiras de tecido para colmatar os espaços em branco;


2) a cor, os padrões e as formas dos quadrados e das tiras acabam por tirar protagonismo aos quadrados grandes que, repito, supostamente formam o motivo da manta e deviam estar em destaque.


Iria ficar, assim, uma manta de retalhos propriamente ditos, uma amálgama como a que resultou da manta que fiz para a cama de grades da Inês 


e para a cama das bonecas 


(se esforçamos muito os olhos percebemos que houve ali a intenção de fazer um quilt de cruzes, mas que, para isso, devia ter escolhido uma única cor para o fundo, de modo a realçar as cruzes em padrões estampados). 

Não que uma manta de retalhos seja feia. Longe disso, pelo contrário e isso tudo. Adoro mantas de retalhos misturados e desordenados ao estilo vintage. Mas esta simplesmente não me estava a agradar. Seriam as cores, o tamanho dos quadrados, a desorganização das filas ou a minha própria eterna insatisfação? Ou será que o que eu quero fazer não é uma manta de retalhos, mas sim um quilt, pensado, medido, ordenado e pacientemente "montado"?

Aquilo que já tenho feito será certamente reaproveitado que eu não sou pessoa de deitar tecido fora. Estou a pensar, talvez, num tapete de brincadeiras para a mais nova. Isso ficará para depois. Agora só tenho de decidir o tipo de quilt que quero fazer, tendo de escolher um de três conhecidos em inglês por bunting quilt, triangle quilt ou neighborhood charm quilt.




Por me parecer mais simples de executar e mais fácil de montar, tendo em conta os retalhos que ainda tenho, estou bastante inclinada para este quilt: "half-square triangle quilt".


(outra variante do mesmo)

Porque, eu culpada me confesso, num acesso de loucura (bastante usual de cada vez que vou à Santo Condestável), já comprei tecido novo com as medidas exactas: um estampado para a parte de trás e um de uma só cor para fazer o fundo para a parte da frente e que combine com os padrões contrastantes que tenho em casa.


Estou entusiasmadíssima e acho que é capaz de ficar bem giro na cama nova. Sim, manta de retalhos: já eras.

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.