Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Bolas de Berlim... sem creme

Um blogue que não é de culinária (apesar de ter algumas receitas)

Bolas de Berlim... sem creme

Um blogue que não é de culinária (apesar de ter algumas receitas)

Voltar aos tachos

Desde que, no domingo passado, vim do workshop de cozinha vegetariana no Aloha Café, do qual já falei uma vez aqui e tenho frequentado numa base semanal, ainda não parei de cozinhar. Cá em casa quem cozinha é o homem. Quando começámos a viver juntos e falámos sobre a divisão das tarefas, perguntei-lhe qual era a tarefa que mais gozo lhe dava, que a mim todas me fastidiavam de igual forma, e assim ficou ele responsável pela cozinha. Basicamente, saiu-me a sorte grande, porque apesar de gostar de cozinhar e de ir às compras para fazer a comida, ele cozinha muito bem e não sei como é que ainda não fiquei um pote.

Por isso, eu não cozinho muito. Mas às vezes apetece-me cozinhar. Por exemplo, quando estou grávida. Quando estou grávida, ponho-me sempre a fazer coisas que nunca fizera antes e que não volto a fazer depois, como pudim de alfarroba, granola ou queques de cenoura. A granola foi a única que ficou e ainda hoje a faço, mesmo não estando grávida, mas dificilmente se pode chamar cozinhar a fazer granola...

Portanto, lá decidi ir fazer o workshop e replicar as receitas do workshop cá em casa. Não, não estou grávida (mas porque fui eu dizer tal coisa?), mas voltei a cozinhar e tem-me sabido bem. Foi assim que já fiz os douradinhos de tofu (por duas vezes), cenoura salteada com alga arame, bulgur com vegetais e hoje para o jantar vai haver empadão de millet com seitan.

Pimba.

workshop macrobiótica.JPG

 

Foto do nosso almoço no workshop: sopa miso, tofu mexidinho com bulgur e cenoura salteada com arame e crumble de maçã.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.